Quinta-feira, 5 de Abril de 2012
Melchior Moura

110.jpg



Publicado por armasdeluxo às 23:40
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

2 comentários:
De José a 22 de Abril de 2012 às 09:42
Fantástico. Esta é uma de 3 únicas espingardas completas produzidas por este artesão - um dos melhores de sempre em Portugal. Algumas das partes ainda foram feitas pelo Pai. O filho ainda é vivo e tem uma pequena oficina mas só aceita trabalhos especiais. Sei que fez uma igual mas de calibre 20 e outra de calibre 12 mas com cães também muito bonita. Consta que uma está na posse de um famoso médico e outra, a de cães, com um grande coleccionador de arte - ambos do norte.
Esta é uma cópia ou melhor, muito semelhante a outras famosas armas produzidas por belgas, franceses e ingleses, todas lisas e pretas. É uma arma de grande qualidade e com o mecanismo que não fica atrás de qualquer outra feita pelos melhores produtores no mundo e na época. O primeiro gatilho faz mono. Os polichokes são únicos e de produção própria mas de grande qualidade.


De Luis a 22 de Abril de 2012 às 12:32
É verdade e aproveito para testemunhar a históia que conheço:

História do Armeiro:

Pai - Manual Moura Pina - Nasceu em 1911 e faleceu em 2002 com 91 anos. Era natural de Cambres - Lamego e herdou do seu Pai a curiosidade pelo manuseamento de armas de fogo. Era um caçador profissional e tinha como actividade na época, a de carpinteiro / marceneiro. Veio para o Porto e fez algumas obras de restauro de madeiras em edifícios, habitações, vivendas…

Desde muito novo que o seu filho trabalhou numa fábrica de armas de pequeno calibre - A Renovadora em Valongo e com cerca de 24 anos passou a ser responsável pelo arranjo das armas no Clube de Tiro do Porto, onde foi reconhecido e ganhou notoriedade pela sua qualidade.

Montaram a Espingardaria Moura, cujo alvará está em nome do Filho e tendo vendido muitas armas de caça, reconstruído diversas e construído de raiz 3 ou 4 armas que se conhecem, a saber:

A Nr. 001 - uma arma de caça de canos paralelos, calibre 20, vendida em 13/01/1997 com a data de conclusão do fabrico nos livros de 01/07/1997 ao Sr. J. V. (irmão do médico Dr. A. V.) de Baião e já reformado da propaganda médica.

A Nr. 002 - uma arma de caça de canos paralelos de 71 cm, calibre 12, com polichokes, platinas inteiras tipo H&H, gravura lisa nas platinas e martelado na báscula na face do guarda-mato, canos em aço italiano, extractores automáticos, câmara 70 com a marca Melchior Moura - Fab. Espingardaria Moura - semelhante á Winchester m,odelo 21, á Browning e outras de gama alta na época:

1 dono - Sr. J. L. R. V. - Rua ..... - Matosinhos, vendida em 12/02/1997 com a data de conclusão do fabrico nos livros de 01/07/1997;
2 dono - Real Armaria no Porto (Sr. Leitão) que a comprou em Outº/2001 por cerca de xxxx contos e em 11/06/2002 (data do livrete) vendeu ao;
3 dono - Sr. F. A. G. (Rua... - Aldoar - Porto), que em 28/11/2005 (livro nº 1471) a trocou por uma Ugartechea Grade IV de canos paralelos, calibre 20 de platinas inteiras, Modelo 119;
4 dono - Sr. M. R. de S..... (armeiro);
5 dono - L. T. C. em 28/12/2005 seu actual proprietário.

A báscula foi feita integralmente com base num pedaço de aço de carril e os canos feitos de 2 barras de aço italiano. Tem dois gatilhos, sendo o 1º articulado e faz mono. Coronha inglesa...
Livrete com o Nr. M10xxx tendo a PSP quando da seu registo colocado o Nr. 15xxx e a sua punção.

A Nr. 003 - uma arma de caça de canos paralelos, calibre 12 com cães, platinas inteiras, extractores automáticos, patilha de dupla segurança exterior na báscula, vendida em 23/06/1998 ao Sr. J. R. S. (antiquário) que terá pago cerca de xxxx contos na época. Só o gravado da fita custou xxx contos e foi toda gravada por um mestre em Espanha. Coronha inglesa… não tem punção da PSP pois quiseram preservar a grande qualidade da arma.

A Nr. 525 - uma arma de caça de canos pararelos, calibre 12, meia platina, toda ela uma imitação da Ideal da Manufrance, sem extractores automáticos, 2 gatilhos, coronha inglesa. Terá sido uma das primeiras e talvez com algumas componentes de outras armas….

Todas estas armas tiveram o início de construção muito antes do seu registo de compra e venda nos livros da empresa.

O seu Filho, Sr. Melchior M Moura Pina, tem cerca de 65 anos e lidera este negócio com oficina no Porto. É considerado o melhor artesão actual a tratar e trabalhar os aços de espingardas de caça.


Comentar post

Mais sobre mim
Pesquisar neste blog
 
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Posts recentes

INFORMAÇÃO

Portugal

Melchior Moura

Italia

Ivo Fabbri OU

Perazzi SHO

Pietro Beretta SO6 EELL G...

Pietro Beretta 451 EELL

Pietro Beretta 451 EELL P...

Pietro Beretta SO3EELL

Arquivos
tags

todas as tags

Links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds